terça-feira, 19 de agosto de 2008

Turismo em Lobito

Depois de várias horas de voo para finalmente aterrar no aeroporto da Catumbela (Lobito), cheguei ao hotel, tomei uma banhoca, e mudei de roupa para ir passear com o Sr. J.A, o meu companheiro de voo Lubango-Luanda-Huambo-Lobito :) Num jipe Volvo acabadinho de estrear partimos em direcção a Benguela, por entre estradas em obras repletas de "Agentes Fixos" (= pinos) e minadas de kupapatas (=motos-taxi). Iriam-se então juntar mais pessoas, amigos e colegas de trabalho.

Conheci pessoas fantásticas, com uma propensão para o risco fora de série...afinal não é qualquer pessoa que abandona portugal para iniciar uma nova vida em Africa e ainda para mais em Angola. Aqui a questão é que Angola sofreu muito com estes 30 anos de guerra, e 6 anos de paz não são o suficiente para que se note uma grande evolução em termos de mentalidade. Infra-estruturas, inovação, comunicações, transportes, etc..., tudo isso vai de vento em popa, mas a mentalidade ainda é retrógrada. Ainda se vêem pessoas, em plena cidade, a satisfazer as suas necessidades fisiológicas, numa esquina, ou no passeio...é impressionante! Em termos de civismo e cuidado com o ambiente, as atitudes das pessoas também deixam a desejar. Qualquer pessoa deita uma lata de sumo que acabou de consumir para o chão, e quem diz isso diz tudo o resto, papeis, plásticos, cascas de banana...sei lá...tudo!! Para terem uma ideia, o governo aposta em grandes acções de sensibilização de civismo. Na TV passam a toda a hora publicidade sobre o que não fazer em termos de poluição, agressividade contra os outros, como se estivéssemos a tentar domesticar animais selvagens.

Bom mas estava eu a contar o meu dia de domingo...

Começámos por ir almoçar a um restaurante fantástico, buffet, onde a comida era a menor das atrações,



já que nos presenteram com uma passagem de modelos, da Miss Benguela, onde desfilaram bonequinhas negras perfeitas, sem vestigios de celulite ou estrias...tudo no sítio.







E depois actuaram com danças e rituais característicos deles. A celebração da vida e da morte, os rituais da comida, o amor, as lutas... tudo em dança ritmada por dois "tambores" (não sei o nome específico dos instrumentos).







Depois de algumas horas decidimos partir para conhecer locais belíssimos.



Fui às tão aclamadas Caota e Caotinha, onde as águas translucidas convidam ao olhar fixo de quem por lá passa, mas como o post já vai extenso, continuo amanhã com a parte 2 da tour.

Abraço

13 comentários:

PoPey disse...

Obrigado por mais esta descrição não da Angola profunda, mas sim da Angola "civilizada" !!

É assim mesmo... os contrastes são enormes e a guerra não ajudou nada. Mas o maior problema é a concentração de pessoas que no tempo da guerra fugiram para estas cidades cuja infraestrutura não está preparada para tal. Imagina, Luanda, por exemplo, onde vivem 6 milhões de pessoas numa cidade planeada de construída para 600 mil. Tem de ter repercussões MUITO negativas, claro !!

Continuação de boa estadia...

Beijos !!

RM disse...

Ola, ainda bem que está a melhorar...
Vim só dar um olá e um beijinho, pois ainda tenho de trabalhar mais um bocadito...

P.S.: onde estão as modelos? Não vi nenhuma ;)

Beijinhos
RM

PoPey disse...

Pois é... esqueci-me de referir isso Rui, acho que tens toda a razão !! Ou seja:
Queremos ver os modelos !! Queremos ver os modelos !! Queremos ver os modelos !! Queremos ver os modelos !!
ehehehehehehhehehe

Beijinhos !!!

CC disse...

Admiro a tua coragem e facilidade de te relacionares com estranhos. Eu acho que me fecharia no quarto do hotel do 1º ao último dia... medooooo!!! (lol) :-)
Fico feliz pelo conhecimento/crescimento que esta experiência está a proporcionar-te. Espero que estejas melhor daqueles "pequenos" incómodos. Beijinhos

Anónimo disse...

..é assim,depois da "tormenta vem a bonança" não é bem assim mas faz de conta(o pior já é passado) e saber con/viver no meio é q é importante e como os portugas são uns seres q melhor se adaptam aos contrastes q a vida tem,há q aproveitar o melhor q nos é proporcionado Existem "condimentos"q sem os quais a nossa estoria seria algo de pouco interessante e a tua cada vez é mais do mesmo trabalho/aventura/prazer,enfim quantos não ousariam tal caminhada mas, e coragem e abenegação para isso??

É mto mesmo mto"gostoso"ter uma filhota assim

Mais uma vez

Bem Hajas

(um termo beirão q julgo ser o q melhor define o q sinto em certos momentos,e este é um deles)

Marguinha disse...

E que tal este anjinho para te acompanhar nas próximas expedições?
..... ......____.....,
.........{*.\.....(*~*~*).../}
........{.~.*\....////^^\../~}
........{*....\..(((/.6.6./.*}
........{..*.~.\.)))c..=.)*..}
.........{*...*.////'_/~`.~.}
..........{~.*.((((.`.`\.*}'
...........`{.~.)))`\.\))_.-:<*>
..............`{.(()..`\_.-'`.`:'
................`)/.`..|
.................(....\' \
..................\....\.\
............_ .__\...| /
............|` `'...``..
............|./``-../../
............`'......|./
.................../.`-.
...................`----
Miljinhos

Marguinha disse...

Envio também este meu...
_xxxxxxxxxxx______xxxxxxxxxx _
_xxxxxxxxxxxxxx___xxxxxxxxxxxx _
xxxxxxxxxxxxxxxx_xxxxxxxxxxxxxx _
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx _
_xxxxxxx cheio de amor xxxxxxx _
__xxxxxx e saudades xxxxxxxx
____xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx_
_______xxxxxxxxxxxxxxxx _
_________xxxxxxxxxxx _
__________xxxxxxxx _
____________xxxx _
_xx_
e:

Marguinha disse...

E esta flor perfumada

           ██__ ██_____ █
          ███_█__█_____█
         ████_____██___██████
        █████______██_█______██
        █████_______██_____█_█
       █████_______█_______█
       ██████_____ █_______ █
        ██████____ █______ █
         ████████_______ █
  ███         ██______ ██
██████          ██
███████        █
 ██████_       █ █
  ███   █      ██
         █    █  █
     ████ █   █
   ██████  █ ██
  ███████   ██
  █████      █
pois com a escassez da água..eheheeh
Ah!parece que os tais tambores que não sabes o nome chamam-se
"kalangus" ou simplesmente "TAM-TAM", eles são excelentes instrumentos "faladores"que utilizam códigos específicos para a transmissão de certas mensagens para longas distâncias.
Diverte-te
Miljinhos

Marguinha disse...

Mas como um pouco de humor mal não te fará...eis um poema eleito pela
ONU como o melhor poema de 2006.
Escrito por uma criança africana

Quando eu nasço, sou preto
Quando eu cresço, sou preto
Quando eu fico ao sol, sou preto
Quando eu tenho medo, sou preto
Quando eu estou doente, sou preto
E quando eu morro, continuo sendo preto
E tu, cara branca?
Quando nasces, és rosa
Quando cresces,és branco
Quando ficas ao sol,és vermelho
Quando ficas ao frio,és azul
Quando tens medo,és amarelo
Quando ficas doente,és verde
Quando morres,és cinza
E tu ainda me chamas "de cor"???

Miljinhos

Anónimo disse...

..pois é,eu sei q sou irregular(temporalmente falando)mas,há mais de 24h q não "falas"connosco!!!Então?-só um por ex."olá,por aqui tudo bem tchau,agora ñ dá pra +"

um b e i j ã o

PoPey disse...

Claro que não posso concordar mais com o "anónimo" !!!

Vê lá se escreves um "Olá" TODOS os dias !!

Mas para os que não sabem nada da Rute, falei com ela hoje e está na MAIOR !! À pouco estava a jantar na "Restinga"...

Beijos !!

Anónimo disse...

OBRIGADO "POPEY"

...quando se está longe de tudo..

sofre-se ...

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.